quinta-feira, junho 29

Preciso:

-de um Ipod novo;
-de jantar;
-de arrumar o quarto;
-de fazer a mala
-de MOTIVAÇÃO,VONTADE E DETERMINAÇÃO!






...ai estes exames...

terça-feira, junho 27

Meus Deus, que espectáculo!










sexta-feira, junho 23

Mundial de Futebol ...

... de elefantes (Tailândia).



Por via das dúvidas, o buraco na rede sempre serve de escapatória...

quarta-feira, junho 21

Lisbon Village Festival

O Lisbon Village Festival começa hoje, dia 21, e prolonga-se até dia 25 de Junho, em Lisboa, e é o primeiro festival europeu exclusivamente dedicado à arte digital, uma iniciativa de abrangência internacional a que Câmara Municipal de Lisboa se associa.

A programação do festival abrange três áreas (cinema, música e arte), ocupando o cinema uma posição de destaque, através do Village International D-Cinema Festival, o primeiro festival europeu de cinema exclusivamente dedicado ao cinema digital, que tem por objectivo a promoção da produção, distribuição e exibição do digital entre nós.


O Village International D-Cinema Festival incluirá das secções competitivas, de curtas e longas metragens, e uma mostra de obras premiadas no Skip City International D-Cinema Festival, resultante de uma parceria com aquele festival, que se realiza no Japão, entre 15 e 23 de Julho. A exibição das obras em competição decorrerá em três salas de Lisboa: no Teatro Municipal São Luís, no Teatro Municipal Maria Matos e no Cinema São Jorge.

Só é lamentável o nome do festival não ser Português... mas será ser demasiado exigente?

terça-feira, junho 20

Perfeitamente dispensável...

A única coisa que há para dizer é que há quem tenha que estudar e quem tenha que estudar, dado isto, quem tem que estudar, tem que arranjar alguma motivação para o fazer, logo há quem tenha que estudar e quem tenha que estudar e depois há quem tenha que ter motivação e quem tenha que ter motivação...
Por isso, que faz tanto sentido quanto termos que estudar, tem mesmo que ser...

sábado, junho 17



Depois de nove meses de trabalho,

depois de quase 50 testes, fichas ou trabalhos,

depois de cerca de 620 horas de aulas

...


eis-nos chegados à época de exames!

quarta-feira, junho 14

Quadras Populares

Nestas quadras populares,
eu queria pedir um par,
e já agora também me podiam ajudar,
com os exames escolares.

Espero que se lembrem de mim,
ó Santos lá do céu,
quando eu armar um escarcéu,
por não ter pilim.

Uma quadra festiva implica celebração,
sardinhas, coiratos e bifanas são obrigatórios,
enchem-se de juventude os refeitórios,
com uma "jola" na mão.

Beber é tradição,
mais ancestral que o fado ou a toirada,
mas do que eu não percebo mesmo nada,
é porque hoje em dia se considera a sobriedade uma aberração.

Para finalizar,
e para me ir embora,
uma rima que acaba agora,
com aquele final em "ar".

segunda-feira, junho 12

Cobertura Presidencial



"O meu apelo é a quebrar o gelo"
Cavaco Silva, Santarém, 12 de Junho

sábado, junho 10

No dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

"Neste dia de Camões, desafio os Portugueses a responder com ambição às perguntas com que um outro poeta, Jorge de Sena, nos inquietou:

«Que Portugal se espera em Portugal?
Que gente há-de ainda erguer-se desta gente?»



Sei que podemos responder. Portugal será o que fizermos dele."

Aníbal Cavaco Silva
Porto, 10 Junho de 2006
Mãos à obra!

quarta-feira, junho 7

Laivos

Atravessava a rua obscura e deserta, olhou para os dois lados e não viu ninguém:
-"Que algum carro me atropele já aqui!"
Não ia acontecer.
As folhas dos plátanos deslizavam pelos passeios repletos de jornais amachucados e manchados pela sujidade dos sapatos indiferentes dos traseuntes.
-"Agora!"
Nada.
Era angustiante ver-se naquela situação, algo tão comum mas tão difícil de enfrentar...
-"Se me tivessem deixado..."
Pisou a passadeira hesitante. De que valeria continuar a rotina se nem o vento se preocupava em enrregelá-lo? Deu meia volta e inverteu tudo. Para quê querer dar sentido ao que tinha apenas de ser experimentado?
-"Não, não vou começar a pensar, senão não chego a lado algum. mas afinal, aonde é que eu quero chegar. Mesmo que atinja o meu objectivo quem é que o vai reconhecer? Quem é que o vai festejar para além de mim? Quem é que me vai felicitar? Preciso de encontrar antes de chegar. Não posso estar sozinho, senão nada me vale de nada e nada vale nada."
Tropeçou e caiu no chão. Deixou-se ali e caído e pensou pela última vez:
-"De que me vale pensar sozinho?"

terça-feira, junho 6

Quanto mais eu grito -Tara Perdida

Quanto tempo falta, para tudo voltar ao seu lugar
Simples, de outra forma
É hora de parar de complicar
Imaginário de voltar atrás
Querer sorrir, ir em frente
E não poder. Porquê? Porquê?

O tempo não passa
A vida é não poder desanimar
Histórias de desgraça
Desse com teu não vou querer entrar
Imaginário de voltaratrás
Querer sorrir ir em frente
E não poder. Porquê? Porquê?

Quanto mais eu grito
Menos ouvem não querem ouvir
Quando acredito não sinto vontade de chorar
Eu quero encontrar uma forma de olhar
Mas ninguém vê, Porquê?

Imaginário de voltar atrás
Querer sorrir, ir em frente
E não poder, Porquê? Porquê?

Quanto mais eu grito
Menos ouvem não querem ouvir
Quando acredito não sinto vontade de chorar
Quanto mais eu sonho tiram-me a vontade de viver

Mas eu não me calo
Ninguém sabe o que fazer
Vou tratar dos SLB
Nunca quiseram saber de mim
Porquê? Porquê? Porquê?

sábado, junho 3

17 anos, a 3 dos 20 e a um dos 18. Já posso começar a tirar a carta, e já tenho mais que idade para beber. Já posso ser considerado "responsável", mas ainda sou menor de idade. Já posso ver filmes para maiores de 17...








E ainda dizem que a idade pesa...