quinta-feira, abril 27

Post violento sobre a não-violência

Hoje assisti a uma reconstituição histórica precisa dos tempos em que o homem andava de tanga e usava bifaces. Uma cambada de indíviduos ao estalo e ao soco, um espectáculo digno de uma arena do Coliseu romano.
Como não podia deixar de ser ri-me. Ri-me daquele pessoal que gosta de resolver os problemas ao estalo, e de mostrar ao mundo a sua face primária e selvagem. Por mais dor que se desfira a alguém, esta não é prematura, logo não é castigadora o suficiente. Eu percebo isso, vocês percebem isso, mas eles não percebem. Eles gostam de praticar este tipo de desporto que embora pareça não é verdadeiramente desafiador.
O jogo das palavras, os argumentos, e tudo o que ele envolve é que é um jogo desafiante, onde o pequeno bate o grande e o fraco bate o forte. Se ainda assim me quiserem bater, eu desafio-vos para um diálogo!! Por isso ponham-se a pau!!

quarta-feira, abril 26

Grande amigo

Hoje, mais do que ontem, deparo-me com importantes decisões a tomar na minha vida. São decisões, muitas delas, a longo prazo e, deste modo, de mim requerem vagar para sobre elas reflectir e ponderar as implicações que terão no meu futuro.

Estas decisões têm também contribuído para uma maior consciencialização do que se passa à minha volta. Hoje, mais do que ontem, a maturidade começa a ser mais palpável e os ombros já vão aguentando alguma maior responsabilização. Neste sentido, tenho vindo a levar mais a sério as escolhas que faço - por mais irrelevantes que possam aparentar ser.

Estas escolhas têm-me ajudado a discernir melhor aqueles que são os amigos e os grandes amigos, pois para todos eles olho e vejo com que olhos olham o mundo. Tenho-me apercebido da realidade em que vivem e em que pretendem viver, até que ponto reconhecem as suas qualidades e com que cara enfrentam os seus defeitos. Hoje, mais do que ontem, mais do que olhar, tenho observado.

Com estas escolhas, tenho percebido o que é um grande amigo.

Mais do que a comunhão de valores, de estilos de vida ou de interesses em geral, um grande amigo constitui um sinal daqueles que há tanto procurava. São sinais que nos mostram - e que sempre estiveram aqui para serem vistos a partir do momento em que fossem observados - aquilo que queremos para nós e aclaram-nos o percurso a seguir. Aclaram. Não apontam. Nos grandes amigos vê-se um pouco de Deus e a cara da luz.

Ser um grande amigo é uma responsabilidade. É a responsabilidade de saber e conseguir ser um sinal de Deus, revelando-se tal como é, partilhando a sua fé e acreditando veemente na outra pessoa.

Por tudo isto, tenho consciência de que as amizades que ganho hoje têm condições para perdurar amanhã pois acabam por ter mais valor por terem sido tão bem pensadas numa altura tão decisiva. Hoje, mais do que ontem, os grandes amigos são mais precisos e devem ser trazidos em vasos de barro.

Uma História

O Pedro é um "rapaz" que na sua vida viveu grandes momentos: o 25 de Abril, a introdução do Ecoponto em Portugal e a OPA lançada pelo BCP à PT. Destes momentos há que destacar o 25 de Abril como sendo o dia em que o Pedro conheceu a liberdade e que, apesar de ter passado o dia a dormir e só à noite se ter apercebido do que sucedera, o faz bradar com todas as forças: "Em nome do Futuro relebremos o Passado!" Sim, eu também acho que é bom que lhe relembrem o Passado para que afirmações como "O Salazar e os outros bastiões do Comunismo caíram com a Revolução dos Cravos" não se esgueirem da sua boca.



Isto ouvi eu ontem na TSF...

terça-feira, abril 25

32 Anos depois...

"A Liberdade, esse bem que nos permite desfrutar dos outros bens"

Montesquieu

Nos outros fins-de-semana:


Encontros na Net.

NESTE fim-de-semana (o passado):


Encontros com Deus.

domingo, abril 23

Dois Mares

Diria que temos dois mares: o mar da praia e o mar-nosso.

Cada um, com as suas próprias especificidades, com os seus mais minuciosos pormenores, nos proporciona diferentes momentos e várias concepções sobre diversos assuntos. Cada um, com aquilo que nos quer oferecer, nos acolhe num determinado ambiente, nos enquadra num certo contexto e nos dá a liberdade de escolha.


O mar da praia é aquele que desde cedo nos habituámos a conhecer. O mar da praia é, também - e sobretudo -, o mais fácil de frequentar. É o que nos oferece mais divertimento. É, no entanto, um mar a curto prazo uma vez que quando deixarmos de o desfrutar porque o sol já se foi embora e está frio, quando já não houver companhia para nele mergulharmos ou para junto a ele jogarmos, arrumamos as coisas e vamos embora. Passou...

Ao invés, o mar-nosso é nosso. Para admirar o mar-nosso não precisamos de ninguém porque o momento é nosso. Meu e d'Ele. Por isso mesmo se torna mais difícil tornar o mar vulgar no mar-nosso porque há-que conseguir ver nele aquele aconchego quando está frio, aquele conforto quando tudo se vai. Também, por isso mesmo, é mais especial, é perene. Continua...

quarta-feira, abril 19

A Televisão Vocacionada para os Inteligentes

A Televisão Vocacionada para os Inteligentes é líder de audiências no nosso País.

Por lá passam notícias tão urgentes como a queda no meio da rua de um inocente cavalheiro português (cujo historial, decerto, contrastaria com os hábitos de um gentleman), tão informativas como a precisa observação do derrame incessante de lágrimas dos Portugueses isolados no interior do País, tão respeitadores e não oportunistas como a transmissão em directo do funeral de jovens participantes em telenovelas.

No entanto, por vezes - mesmo muito poucas vezes, atenção! -, até dão conta de futilidades como a situação política, social, económica, cultural ou desportiva do País. Mas por favor, se está indeciso entre ver ou não ver a Televisão Vocacionada para os Inteligentes, veja! Estas notícias fúteis são raras...

Na Televisão Vocacionada para os Inteligentes, constam programas de tão elevado patamar intelectual e filosófico que qualquer Eça de Queiroz, Júlio Dinis ou tantos outros fariam as suas delícias ao exporem ao público a sua fina opinião sobre a matéria. Estou ciente de que os mais sábios da História da Humanidade se curvariam perante o intelecto dos participantes destes programas.

Bem assim, os grandes peritos televisivos devem apreciar a mestria dos apresentadores da Televisão Vocacionada para os Inteligentes, que bate qualquer CNN, TVE, ou RTP!

Queria ainda dizer-vos que esta situação não justificaria a existência de um post se o nosso mui nobre Povo não aderisse em massa a manifestações de tal nível cultural, mas o meu espírito de blogger, associado à programação da Televisão Vocacionada para os Inteligentes - abreviadamente designada por TVI -, assim obriga.

terça-feira, abril 18

Inevitável

Andei muito tempo com rodeios, tentei evitar esta pergunta e toda a polémica que esta acarreta. Ciente dos riscos que existem ao colocar semelhante questão vou mesmo assim colocá-la:

"Porque é que na rua do Manel há um Ecoponto e na minha não?"

Eu não queria confesso, mas não pude evitar libertar uma pergunta que ecoava dentro de mim sem encontrar uma resposta satisfatória. Aceitam-se respostas, e a melhor será aqui postada! Toca a justificar e a imaginar!

um leve odor cativante...

Observa-se a propreadade.
(Tenta-se) Analisar a particularidade.
Prepara-se a dissecação do próprio.
Aprontam-se os instrumentos cirúrgicos. E... sente-se enubriante, invade-nos paulatinamente, consome-se ternamente;chega trazido pela brisa, doce e suave, do mar, do terra... do Mundo! Aquele, é único, não se descreve aquilo que se anseia assim, aquilo que se sente assim, tão verdadeiro, tão real, tão concreto...
que...
tem que se amar!

domingo, abril 16

RESSUSCITOU!!


É verdade, a Páscoa que tanto esperávamos finalmente chegou!

Agora não se esqueçam: PASSEM-SE completamente! Fiquem malucos, dancem, abanem a cabeça, saltem que nem uns parvinhos, deixem toda a gente a pensar que são doidos...

E, já agora, façam desta festa um caminho de mudança para uma vida ainda melhor!!

Jesus Ressuscitou!!

YES! ;)

sexta-feira, abril 14



Longínqua...
Reluz...
Omnireluzente...
A forma, os objectos, as coisas mudam ao seu olhar, aquele olhar que inunda, aquele olhar manchado! A imensidade que nos separa, a imensidade que faz fazer felizes as sinceras, saudosas, saudades, parece desvanecer-se e... apesar da pequenez, da distância, do Mundo... juntamo-nos, unidos por aquele olhar que sempre permanece...Olhar de ama, é por ele que se ama, a razão, o caminho mais sincero de se amar... Quando se está longe, quando se está sozinho, é por Ela, é por ele que se ama, quando se ama um olhar assim, um olhar incrustrado entre as joias, plantado na sua luz, é bom olhar para o céu à noite, é só porque...à noite todos os olhares são preciosos, todos os olhares reluzem...

quarta-feira, abril 12

Grandes dias...


Melhor do que não fazer NADA nas férias... só mesmo não fazer NADA com os amigos todos à nossa volta :)

segunda-feira, abril 10

Vicio de uma realidade enganadora...



Báscio é que não é!
Instintivo também é pouco!

Mas todos o jogo de realidades que não se conhecem, de jogos de sedução, de dimensões psicoanalisadas, e de algum erotismo...
Enfim, um "policial" que merece o dinheiro de umas cadeiras vips nos cinemas UCI, e merece bem o tempo que leva a decorrer...

Embora, não ambicione se quer ser outra coisa qualquer, ou seja, ainda que mais ou menos inóquo, dá para distrair os olhos...

domingo, abril 9

Já que sou a representante feminina aqui do sítio...
















... porque é que será que à medida que o Verão se aproxima, todas as raparigas à minha volta correm para o ginásio, preferem as saladas aos hamburguers e se pesam todos os dias para ver se "está a resultar"? :)

sábado, abril 8

Verdade...


Os fantasmas do passado, as fraquezas de espírito, tudo o que nos assombra tem um fim... a honestidade!

Exprimentei...
Hoje fui!
Recomendo...

tudo, mas tudo mesmo, se resolve falando, uma hora, duas três ou a caminh das quatro, demorem o tempo que demorarem, quebrem o gelo! A transparência é um dom. Temo-lo em nós, como nós mesmos, mas, às vezes é preciso dar-lhe nova vida, novo folgo para reaprender!

O busílis é mesmo esse, reaprender. Reaprender a Amar, a viver, a falar, a escolher, ouvir e sentir...Isto faz-se pela abertura, se fossemos sempre sinceros uns com os outros tudo era mais fácil...

Começemos...

sexta-feira, abril 7

Ironia da vida...

quarta-feira, abril 5

Ora bem...

Tentei não me mostrar descontrolado nem exageradamente alegre mas a verdade é esta:


O BENFICA PERDEU!

terça-feira, abril 4

Ora bem

Tentei não me mostrar descontrolado nem exageradamente alegre mas a verdade é esta:



VOU PA PARIS!

segunda-feira, abril 3

Testemunho...

A vida é cheia de dificuldades! Cheia de problemas e coisas que nos transtornam! Cheia de problemas! Cheia de obstáculos! Cheia de mal!

Sim é verdade!

Principalmente quando não há um sentido por trás. Principalmente quando não há um caminho. Principalmente quando não há um caminho.Principalmente quando não sei quem me ama.

Mas as respostas são fáceis. Escuta o vento... mira as ondas que se desmamcham na areia... e compreende que... que Jesus te Ama mais do que a vida! Compreende que Jesus te acolhe porque é amor... ressuscitado!
Se Deus é amor, reza, ora, fala, conversa, discute, para também tu seres amor... amando o teu irmão!

domingo, abril 2

A razão de sorrir:



João Paulo II

A contradição

Como podem reparar estou a escrever um post. Ou melhor, já se encontra escrito. O único próposito deste post é simplesmente provar que o "Quebra-Gelo" não foi abandonado pelos seus autores ou que estes não se desinteressaram. Não. Estamos apenas a gozar umas (i)merecidas férias, e por isso não esperem uma grande postagem neste período, ou não...


Boa Páscoa a todos.